Eu pisquei, o tempo passou e eu nem me dei conta que terminou…

IMG_7276.JPG

O tempo voa quando estamos nos divertindo…

Tantos novos planos e projetos que não foram planejados e que aconteceram. Tantos planos e projetos que eu queria ter feito e não fiz.

Gratidão, saudades, conquistas, desafios, amizades, aventura, descobertas são algumas palavras que inicialmente definem esse momento.

No total foram 5 meses morando na Finlândia e 2 meses viajando pela Europa.

Quando eu falava que iria viajar sozinha pela Europa muita gente se surpreendeu, afinal ainda não é comum nossa sociedade encarar com naturalidade mulheres decididas, independentes e determinadas.

A partir de agora vou tentar contar aqui um pouco das minhas histórias. Não em busca de reconhecimento mas sim para que eu possa ter um lugar de memória em que eu possa olhar toda vez que sentir saudades ou precisar de forças novamente para realizar um próximo projeto.

Espero, não com muita pretensão, mas espero que minha história também possa servir de inspiração para mulheres que desejam viajar sozinha e tem algum tipo de receio. Para essas só posso dizer uma coisa: FAÇAM! Dá medo. É natural. Mas vai com medo mesmo. O depois é indescritível.

Nos próximos posts vou tentar escrever minha experiência nas seguintes cidades:

Estados Unidos – Nova Iorque

Finlândia – Helsinki, Tampere, Turku, Rovaniemi, Levi

Russia – St. Petesburgo

Estônia – Tallin

Suêcia – Estolcomo

Irlanda – Dublin 01/01/2018 a 05/01/2018

Inglaterra – Londres 05/01/2018 a 09/01/2018

Bélgica – Bruxellas, Gant, Bruges 10/01/2018 a 13/01/2018

Holanda – Rotterdam, Amsterdan 13/01/2018 a 17/01/2018

Portugal – Porto, Braga (20/01/2018), Lisboa (23/01/2018 – 25/01/2018), Belém. 17/01/2018 a 25/01/2018

França – Montpellier (25/01/2018 a 31/01/2018 – 06/02/2018 a 07/02/2018) , Paris (31/01/2018 a 06/02/2018)

Espanha – Barcelona (07/02/2018 a 10/02/2018)

Itália – Cislago , Como (10/02/2018), Milão , Bergamo (12/02/2018), Bolonha (14/02/2018), Florença (15/02/2018), Veneza (16/02/2018), Roma (17/02/2018 a 23/02/2018)

Noruega – Skibotn, Oslo (23/02/2016 a 26/02/2018)

Até a próxima!

Sarah Paes.

Anúncios

Ganhei dinheiro com latinhas na Finlândia!

Money is money!

IMG-20171211-WA0002

Na Finlândia é possível trocar latas e garrafas vazias nos supermercados por dinheiro ou crédito em compras. O país que é muito avançado em relação a sustentabilidade e reciclagem tem em alguns lugares uma máquina em que é possível fazer a troca. Eu só juntei mesmo no primeiro mês em que estive lá mas já foi suficiente pra perceber que pode ser lucrativo.

Não é vergonha alguma juntar as latas e garrafas e muita gente faz isso. Quando fui trocar se formou uma pequena fila atrás de mim para as trocas.

IMG-20171211-WA0003

Cada tipo e tamanho de reciclável tem um valor para a troca. Latas comuns valem menos e garrafas valem mais.

A Júlia me ajudou a ir ao mercado antes que tudo fechasse para as comemorações de Ano Novo e ganhei 17,50 Euros = +ou- R$72,00 Reais! Eu deveria ter juntado mais! ahahahahah

WhatsApp Image 2018-05-26 at 03.51.53

WhatsApp Image 2018-05-26 at 03.51.52WhatsApp Image 2018-05-26 at 03.51.52(1)

MuDaNçAs – Lukonkierikka A 5

500 Lukonkierikka A 5
Yrttikatu 1 A 5 room C, 33710 TAMPERE FINLAND

Tivemos que nos mudar.

Depois de muitos problemas com uma das meninas do apartamento (recebemos até ameaças), eu e a Sabela conseguimos finalmente nos mudar. Esse último mês de Setembro foi difícil e nunca na minha vida um mês demorou tanto pra passar. Não contei nada do que estava acontecendo pra minha mãe pois não queria deixá-la desesperada do outro lado do mundo (por isso, apesar da data registrada, esse post na verdade está sendo publicado bem depois). Fizemos o pedido do apartamento no dia 20 de Setembro mas segundo o TOAS (a gerenciadora dos apartamentos) teríamos que esperar acabar o mês pois os dias de mudança eram apenas no primeiro dia do mês.

Eu e Sabela não estamos mais morando juntas e apesar dos momentos difíceis que passamos foi muito bom perceber a família de amigos que criamos aqui em Tampere. Vários amigos nos ajudaram e nos apoiaram. Em pouco tempo criei amizades que tenho certeza de que quero levar para o resto da vida.

Meu novo apartamento é bem ruim comparado ao outro. Ele é mais escuro e não entra tanta luz. Aqui eu divido o apartamento com outras duas meninas, uma da Hungria e outra chinesa. No geral o apartamento é bem velho e mal cuidado. Meu quarto cheira a incenso e por mais que eu tente acho que o cheiro está grudado nas paredes (e olha que eu passei pano nelas!). Consegui a chave da janela e agora estou deixando elas abertas durante o dia todo.

Meu quarto é um pouco menor que o outro, o que tem me dado uma sensação de ser mais quentinho e aconchegante. Gostei muito da minha janela, tem uma árvore bem em frente e consigo ver a mudança da estação e do tempo por ela. Aqui a sensação da mudança do tempo é diferente do Brasil. Podemos realmente ver como os dias estão ficando mais curtos e as noites mais longas. Quando cheguei na Finlândia escurecia por volta de 21hs da noite, agora já está escurecendo mais ou menos as 18hs.

Depois de muita faxina, esse é o meu novo quarto:

IMG_4493-5IMG_4480-4IMG_4455-1IMG_4525-6IMG_4527-7IMG_4467-2IMG_4469-3

Até breve (e com mais segurança),

Sarah.

 

O outono é sempre igual…

Ou não…

A imagem pode conter: sapatos e natureza

Genteeeeeeee, o outono chegou com tudo aqui na Finlândia!

É tão lindo e mágico observar a paisagem que se modifica a cada dia!

Do verde as folhas vão se transformando em laranja, amarelo e vão caindo. Os dias também estão começando a ficar mais frios. A cidade que eu moro é toda formada por florestas então é muito nítida a diferença e a rapidez em que está se transformando a paisagem.

Toda aquela paisagem que sempre vi nos filmes está se transformando na minha frente e se deixar eu tiro uma foto a cada cinco passos!IMG_3463-73IMG_3462-72

O outono começou de verdade no dia 22 de setembro e está previsto para terminar no dia 21 de dezembro, no solstício de inverno.

IMG_3461-71

Então como já diriam Sandy & Junior:

“A noite cai, o frio desce
Mas aqui dentro predomina
Esse amor que me aquece
Protege da solidão
A noite cai, a chuva traz
O medo e a aflição
Mas é o amor que está aqui dentro
Que acalma meu coração
[…]
No outono é sempre igual
As folhas caem no quintal
Só não cai o meu amor
Pois não tem jeito, é imortal!

 

IMG_3232-7

Até breve,

Sarah.

Let The Memories Begin… Again: Rússia, São Petersburgo!

IMG_1496

A Rússia foi o terceiro país que conheci desde o início dessa minha aventura. Nem nos meus sonhos mais distantes pensei em conhecer a Rússia.

Que país incrível!

Fomos no dia 1° de Setembro e retornamos no dia 5 de Setembro. Neste post vou dar nossas informações básicas de viagem (transporte, hospedagem e dinheiro) e nos próximos vou contar mais do que fizemos por lá.

A Rússia é o maior país que restou depois do dissolvimento da União Soviética quando realmente chegou ao fim a Guerra Fria. Ainda sim é o maior país do mundo e está entre o continente Europeu e o continente Asiático.

Eu, Mariana, Gabriela e Maria Fernanda nos conhecemos por conta do intercâmbio. 3 paulistas e 1 brasiliense. Somos umas das poucas brasileiras desse programa de acordo bilateral entre a Universidade de Tampere com nossas universidades brasileiras e decidimos fazer essa aventura juntas.

IMG_2656-1
Hermitage Museum

Passagens

Chegamos em São Petersburgo no final da tarde, após uma viagem de trem vindo da Finlândia. Pegamos o trem na estação de Tampere até a estação de Tikurila. De lá trocamos para outro com direção a São Petersburgo, na Rússia.

Tampere –> Tikurila €9,90

Tikurila –> São Petersburgo €28,98 Euros

Para voltar optamos pelo ônibus, pela empresa Lux Express, pois a diferença no preço da passagem estava bem grande. Pegamos um ônibus de São Petersburgo até Helsinki. A viagem durou 7 horas. De lá, pegamos um trem até Tampere com a duração da viagem de 1h30. A viagem de ônibus foi bem confortável. O ônibus tinha wifi e Tvs individuais. Voltamos assistindo filmes.

Ônibus: St. Petersburgo –> Helsinki €15 Euros

Trem: Helsinki –> Tampere €9,90 Euros

Hospedagem

Ficamos hospedadas em um hostel em uma das avenidas principais da cidade. O nome do hostel é Missis Hudson Hostel e achamos através do site Hostelworld. O hostel não possui café da manhã mas o conjunto do preço da hospedagem + localização foram excelentes.

Escolhemos um quarto quadruplo e pudemos ficar bem a vontade pois estávamos sozinhas no espaço.

A única parte ruim foi encontrar o hostel. Ele fica beeeeeem escondido e ficamos perdidas por aproximadamente 2 horas só procurando. Lá na Rússia tem pessoas no meio da rua que ajudam turistas em troca de dinheiro. Um cara que tinha internet no celular nos ajudou.

Pagamos um total de ₽7184,00 RUBLOS  para as 4, sendo €21.68 Euros adiantados e o restante quando chegamos lá em Rublos mesmo. Isso, segundo um conversor na internet fica aproximadamente R$430,46 Reais para as quatro. Ou seja, R$107,615 para 4 noites, R$26,90375 por diária. Alô mochileiros!!! Muito barato!!!

Preço Missis Husdson hostel

Dinheiro (Câmbio)

Fomos meio que perdidas em relação a qual seria a melhor forma de trocarmos nosso dinheiro pois nossa conversão seria dupla (Reais para Euros e Euros para Rublos).

Concordamos em apenas 1 pessoa fazer um saque do cartão Travel Money no banco mais próximo que automaticamente ele faria a conversão. Sacamos RUB6000,00 e o banco cobrou uma taxa que depois coloco aqui mais explicado. Esse dinheiro seria usado para passagens de ônibus e coisas menores q só poderiam ser pagas em dinheiro. O restante eu paguei com o cartão de crédito e as meninas com o Travel Money.